A distribuição de equipamentos na oficina

Para garantir a segurança no trabalho e que cada funcionário dispõe do equipamento e das ferramentas necessárias para realizar o seu trabalho específico, é necessário organizar a oficina de acordo com as áreas de trabalho.

Desta forma, é possível evitar que os profissionais se atrapalhem entre si, se confundam ao utilizar alguma ferramenta ou que sofram algum acidente inesperado. Uma oficina de pneus deve estar dividida nas seguintes áreas:

- Área mecânica: aqui são realizados os trabalhos de mecânica e eletricidade. Trabalhos com motores, caixas de velocidade, embraiagens e sistemas elétricos.

- Armazém: é muito importante que haja vários armazéns, pelo menos um para pneus e peças de substituição, outro para produtos químicos e outro para resíduos.

- Acessos: é importante que exista um bom acesso e espaço de manobra para a receção e entrega do veículo.

- Atendimento ao cliente: o ideal é que esta zona esteja separada do resto da oficina, através de uma divisória ou de um vidro transparente.

- Também podem existir outras áreas como escritórios, salas de espera ou zonas de limpeza e lavagem de veículos.

Condições básicas de higiene
A falta de higiene na oficina pode provocar o aparecimento de infeções respiratórias resultantes da inalação de gases e partículas, ou problemas de pele ao entrar em contacto com substâncias corrosivas, entre outros efeitos adversos. Para evitar estes riscos para a saúde e ter a oficina bem organizada, é necessário seguir algumas condições básicas de higiene:

- O posto de trabalho sempre limpo: não devem existir vestígios de sujidade, pó ou partículas nas áreas de trabalho, nem objetos esquecidos no solo ou amontoados em locais inadequados.

- Piso limpo e antideslizante: as manchas de óleo e outros produtos são suscetíveis de provocar escorregões e quedas.

- Ferramentas devidamente arrumadas: depois de usar uma ferramenta, é indispensável guardá-la no respetivo lugar.

- Ferramentas em perfeito estado: todos os equipamentos devem estar em ótimo estado de conservação. Isto implica que o equipamento deve estar sempre limpo para evitar a mistura de substâncias ou que peças, ferramentas ou maquinaria se sujem.

- O armazém deve estar organizado: a limpeza e a organização são aliadas, por isso é indispensável guardar cada elemento no sítio correto e tentar não sobrecarregar as estantes para evitar fugas, derrames, ou a presença de produtos tóxicos fora de validade longe da vista.

- Nada do "exterior": por questões higiene e, também, por segurança, é proibido fumar, comer ou beber na área de trabalho.

 

Também pode gostar de ler