Bridgestone vai pôr o "País a Rolar"

Em seis episódios, a marca líder em pneus e borracha revela histórias de empresas portuguesas que, muitas vezes, ficam por contar

A Bridgestone acaba de lançar a webserie “País a Rolar” na sua página de Facebook, um conjunto de seis episódios que têm alguns dos clientes como protagonistas e que destaca o importante papel que estas empresas têm na economia portuguesa.

Durante o ano de 2018, a marca fez-se à estrada para ouvir a história da Agros, da LASO, da EuroTagar, da Solancis, da Operação Direta e da Transportes Bernardo Marques.

Oriundos dos mais diversos setores – entre os quais agricultura, produção e distribuição de leite, extração e transformação de pedra, manutenção de parques eólicos e transportes especiais -, os seis negócios que fazem desta primeira temporada de “País a Rolar” contam-nos como começaram, como cresceram e como chegaram à relevância que, hoje, têm a nível nacional e internacional.

Nesta webserie, os clientes contam, também na primeira pessoa, o momento em que a Bridgestone passou a fazer parte das suas histórias e quando perceberam o contributo do pneu para aumentar e manter a eficiência dos seus negócios.

A partir de 20 de março, e de três em três semanas, a marca lançará um novo episódio na sua página de Facebook. Será, também neste canal, que os seguidores da marca poderão aceder a conteúdos exclusivos sobre o projeto e as empresas que participaram.

Com esta iniciativa, a marca procura, não só, dar a conhecer a amplitude do seu portefólio de clientes, como, também, mostrar que o mundo dos pneus vai muito além dos veículos para passageiros.

Assista aqui ao primeiro episódio da webserie “País a Rolar”, dedicada à Eurotagar, empresa do Grupo Tagar, que trabalha no setor eólico e cujo dia a dia passa pelo transporte de auto-gruas e outros equipamentos que podem envolver centenas de toneladas.

Para a Eurotagar, a fiabilidade dos pneus tem um impacto relevante no negócio, tendo em conta que qualquer imprevisto poderá ter custos elevados.

Também pode gostar de ler