Proton Porsche e Dunlop alcançam vitória nas European Le Mans Series

Foi intensa a batalha entre Porsche e Ferrari pela vitória, que a Proton Competition acabou por vencer ao bater o há muito líder da corrida em LMGTE, o número 83 da Kessel Racing, obtendo, assim, a vitória nas 4 Horas de Silverstone das European Le Mans Series.

Correndo com o Porsche 911 RSR, o novo alinhamento de pilotos da Proton, formado por Thomas Preining, Gianluca Giraudi e Ricardo Sánchez, registou uma bem sucedida estreia quando Preining superou o Ferrari de Rahel Frey nos últimos momentos para garantir a vitória e somar 25 puntos cruciais.

Frey, em conjunto com Michelle Gatting e Manuela Gostner, terminaram na segunda posição pela segunda vez esta temporada.

Na categoria LMGTE, os dois Ferrari da Kessel Racing lutaram pela vitória durante grande parte das 4 horas de corrida.

Após a saída dos safety cars, com uma inteligente estratégia de pneus, a Proton Competition voltou a aproximar-se do Ferrari líder, antes de conseguir a ultrapassagem crucial, quando faltava apenas uma hora para o final da prova.

Numa corrida em que foram utilizados todos os compostos de pneus, os para piso molhado, intermédios e para piso seco de especificações "A" e "C", mostraram durabilidade e consistência em todas as condições, em LMP2 como em LMGTE.

David Meenan, Engenheiro Sénior de apoio em pista da Dunlop, descreve, assim, a adaptabilidade dos Dunlop: "Em condições instáveis, os pneus Dunlop de especificação intermédia e para piso molhado proporcionaram às equipas a confiança e o nível de aderência de que necessitavam num circuito complicado e escorregadio como Silverstone".

“Enquanto a pista estava a secar, as equipas da Dunlop puderam utilizar o pneu intermédio, que se destaca pela sua durabilidade e proporciona aderência numa pista quase totalmente seca", acrescentou o Egenheiro Sénior. 

"Como a maioria da corrida foi disputada em seco, as equipas decidiram combinar os pneus com especificações 'A' e 'C'. Algumas equipas optaram por misturar as especificações do pneu dianteiro e traseiro, dependendo da configuração do carro e das preferências dos pilotos", concluiu.

A G-Drive Racing terminou em segundo lugar na classe LMP2 na quarta ronda da temporada de 2019 das European Le Mans Series e mantém a sua posição no topo da classificação por equipas em LMP2.

Saindo com pneus de seco, a G-Drive viu a oportunidade de beneficiar da durabilidade dos pneus para piso molhado e intermédios da Dunlop quando começou a chover.

Concebido para lidar com chuva leve e com uma pista que estava a secar, o pneu intermédio permitiu aos pilotos Roman Rusinov, ao ex-piloto de F1 Jean-Eric Vergne e a Job Van Uitert maximizarem o potencial do carro em condições de piso seco e molhado.

Também pode gostar de ler