Pirelli prepara 24 Horas de Spa

As Total 24 Horas de Spa, o evento GT mais importante do automobilismo internacional, chegou, no passado fim de semana, ao espetacular circuito Belga. Foi a quarta ronda do Blancpain GT Series Endurance Cup, sétima da competição absoluta e terceira do Intercontinental GT Challenge Powered by Pirelli.

No seu 71.º ano, esta corrida de 24 horas é o maior evento da Pirelli. A empresa italiana levou para o circuito belga 15.000 pneus em 32 camiões, destinados a todas as categorias previstas para o fim de semana, que incluiu ainda a prova francesa de GT4 e o Lamborghini Super Trofeo.

Um total de 145 pessoas compuseram o staff da Pirelli em Spa, que incluiu o pessoal de montagem, marketing, logística e engenharia.

Por outras palavras, num único fim de semana, o fabricante do P longo reuniu praticamente a totalidade da sua comunidade motorsport. A Pirelli contou com uma área de montagem de pneus, onde estiveram duas linhas que trabalharam sem descanso dia e noite.

Nos momentos de máxima capacidade, os montadores entregam um pneu a cada, em poucos segundos, se bem que durante os treinos a carga de trabalho será mais baixa.

No entanto, o pessoal da Pirelli não esteve circunscrito em exclusivo à área de montagem. Nas boxes, trabalharam um total de 20 engenheiros de pista durante todo o evento para ajudar as equipas com a afinação dos carros.

Spa-Francorchamps é um circuito elogiado pelos pilotos e aficionados. É um dos circuitos mais desafiantes do mundo, pela sua exclusiva combinação de curvas e morfologia, que não perdoa qualquer erro.

Os seus 7.004 metros de extensão incluem 19 curvas, destacando a espetacular zona de Eau Rouge-Raidillon, uma sequência esquerda-direita-esquerda com um topo cego que os pilotos fazem a grande velocidade.

O volante oferece uma experiência visceral, uma verdadeira montanha russa de asfalto que castiga o piloto alternando forças G verticais positivas e negativas numa questão de segundos.

Um total de 72 GT3, representantes de 11 fabricantes distintos, estiveram inscritos para a competição, um número recorde. Todos eles equiparam-se com "borrachas" Pirelli, tal como acontece na maioria das suas variantes comerciais.

O evento chegou após duas jornadas excecionais de treinos privados, em que 60 veículos completaram mais de 16 horas de rodagem.

O Ferrari 488 GT3 da equipa SMP Racing foi o mais veloz no primeiro dia e o Porsche 911 GT3 R da equipa Dinamic Motorsport tomou a dianteira no segundo.

A Pirelli disponibilizou o P Zero DHD2 para a pista seca e o Cinturato WH em caso de chuva. A meteorologia em Spa é famosa pela sua instabilidade, o que fez aparecer, com quase total probabilidade, ambos os produtos em qualquer momento durante as 24 horas.

O regulamento da prova obrigou a marcar três ou quatro jogos para utilização na classificação, em função do número de pilotos de cada carro.

Os 20 melhores tempos disputaram uma Super Pole, que definiu a ordem das 10 primeiras filas da grelha, em apenas uma volta com um novo conjunto de pneus.

Também pode gostar de ler