Furopneu presta serviço de excelência

Situada no Montijo, a Furopneu não é uma casa igual às outras. Representante da Falken desde março de 2017, a empresa fundada por Avelino Costa, faz a diferença pela qualidade do serviço que presta. O elevado grau de fidelização dos clientes é disso exemplo.

As origens da Furopneu remontam a 2004, quando Avelino Costa, que conta já com 33 anos de experiência no setor, criou, no Montijo, a sua empresa. “Comecei a trabalhar aos 13 anos em part time numa vulcanizadora aqui da região. Era quase tudo feito à mão”, começa por recordar o responsável. “Depois, ingressei noutra casa, já como profissional. Estive lá oito anos. Mais tarde, fui para o Pinhal Novo abrir uma empresa, na qual era gerente”, acrescenta. O passo seguinte foi a criação da Furopneu. “Arranquei com o negócio num barracão velho, cujo acesso era feito através de um caminho de areia. Éramos três pessoas. Por lá estive quatro anos”, conta Avelino Costa.

Em 2013, com a mudança para as atuais instalações, a empresa deu um salto. O serviço já era de excelência e os clientes já estavam fidelizados, mas o espaço mais amplo (cerca de 500 m2), mais central e situado numa zona comercial, permitiu à Furopneu ter outra projeção no mercado. Os resultados não tardaram. “Ganhei clientes de outras zonas do país (Lisboa e Algarve, por exemplo). Até de França e Inglaterra vêm pessoas à minha casa, que aproveitam a estadia em Portugal para trocar pneus ou alinhar a direção do veículo”, frisa o gerente, explicando que “a mudança ajudou, é verdade, mas trabalhando eu neste ramo há mais de 30 anos, as pessoas conhecem-me e têm confiança naquilo que faço”.

Além de Avelino Costa, a Furopneu é constituída por Joana Cristovão e Jesus Sobral (conhecido por “Paixão” desde que nasceu). “São dois funcionários excecionais. Não tenho um, mas dois braços direitos. Sou gerente apenas no papel. Por vezes, os clientes vêm ter comigo a perguntar pelo responsável. Desde as 08h30m, quando chego, até fechar a casa, tenho sempre o fato-de-macaco vestido. Gosto de ser o primeiro a dar o exemplo. Isto é meu legalmente, mas, na prática, também é deles. Na minha casa, não quero que existam diferenças dessas. Aqui, somos todos iguais. Não há patrões, mas sim colegas de trabalho. Este é o meu lema. Tenho uma equipa que vale ouro”, enaltece Avelino Costa.

O forte da Furopneu são os produtos de gama média/alta. A empresa dispõe de equipamentos de topo, que todos os anos são vistoriados e atualizados, e trabalha com qualquer marca de pneus. Além disso, presta assistência na estrada. Entre os cerca de 10.000 clientes efetivos que tem a casa, encontram-se alguns concessionários e vários centros auto. A grande maioria dos clientes estão fidelizados. Quem entra na Furopneu, não quer outra. “Temos cerca de 400 pneus em stock permanente. O forte das nossas vendas são pneus ligeiros de gama média/alta. Tentamos trabalhar sempre com marcas premium, que reúnem 60% do nosso volume de faturação, ficando 30% para as quality e 10% para as budget”, frisa Avelino Costa. “Evitamos vender marcas low cost. Mas quando o fazemos, tentamos que elas pertençam à esfera dos fabricantes premium. O nosso forte são as marcas de topo. Não gostamos de trabalhar com muitas marcas, mas com as que nos dão garantias e trazem fidelização”, completa o responsável.

A Furopneu substitui e repara pneus, alinha direções (às quatro rodas) e procede à focagem de faróis. Mecânica rápida, não faz. “Como as oficinas da região vêm à nossa casa montar pneus, era ingrato estarmos a efetuar intervenções mecânicas. Não prestamos esses serviços, assim como as oficinas com quem trabalhamos não fazem montagem e reparação de pneus. Somos como uma família. Ajudamo-nos mutuamente. Não temos outra forma de estar no negócio”, sublinha Avelino Costa. E a concorrência no concelho do Montijo, é muita? “Considero que a Furopneu não tem concorrência, mas sim amigos. Até acho que deviam existir mais 10 casas no Montijo, para os clientes darem mais valor à nossa e saberem ver melhor a diferença. No fundo, para avaliarem quem trabalha bem. Digo isto sem qualquer arrogância. Longe de mim estar a gabar-me. Conheço todos os funcionários e gerentes das casas de pneus do Montijo e sei bem do que falo. Muitos deles, até trabalharam comigo”, refere Avelino Costa.

A presença de público feminino é outra das particularidades da casa. “O mercado é, cada vez mais, das mulheres, que entram na Furopneu e sentem-se bem. Pelas infraestruturas de que dispomos e pelo atendimento que prestamos. Temos condições, apresentação, edução, simpatia. Além disso, estamos localizados numa zona onde as clientes podem ir fazer compras enquanto o seu veículo é intervencionado, uma vez que não sentem necessidade de estar a acompanhar a operação. Confiam em nós”, frisa o responsável. Que, a concluir, expressa o seu desejo para 2018: “Saúde e alguma sorte. Tenho uma equipa fantástica e os clientes fidelizados. Não preciso de ter mais marcas. O trabalho, felizmente, não tem faltado”.

 

Falken é a grande aposta da casa

Mais de 1.000 pneus vendidos em 2017
A Falken entrou para o portefólio da Furopneu há menos de um ano. Não é mais uma marca, mas sim “a” marca. Avelino Costa explica porquê: “Para nós, a Falken já é uma marca premium. Esta é uma das mensagens que passamos ao cliente. A marca tem uma qualidade excelente e conta com pisos muito evoluídos. Trabalhamos com a Falken desde março de 2017. Até final do ano passado, vendemos mais de 1.000 unidades. O cliente está muito satisfeito com a marca, tal como nós”. O gerente da Furopneu já conhece a Falken há muitos anos e tem “muito orgulho” em tê-la na sua casa. “É uma marca que nos dá todas as garantias e que satisfaz plenamente o cliente. A nossa maior aposta incide sobre ela. Até agora, não tivemos uma única reclamação”, esclarece.

A Falken tem uma grande expressão dentro da Furopneu. Em 2018, a casa quer fazer maior volume com ela e irá adquirir uma viatura nova, com imagem Falken. Avelino Costa revela que recomeçou a trabalhar com a AB Tyres graças a António Rodrigues, comercial da empresa que pertence ao Grupo Alves Bandeira. “Já o conheço há 25 anos. Foi ele que me abordou para que começasse a comercializar outras marcas da AB Tyres”, diz. Em março de 2017, a Furopneu passou a ser representante da Falken no concelho do Montijo. “Gostamos de vender Falken, que é uma marca que nos dá confiança. Mantemos um bom relacionamento com a AB Tyres. Nada temos a apontar-lhe”, realça Avelino Costa.