Citroën C1 Airscape 1.0 VTi

Que ninguém se deixe enganar pelo tamanho do Citroën C1, testado com o motor 1.0 VTi de 68 cv e carroçaria de cinco portas.

O visual é, todo ele, personalizável. Neste caso, o vermelho (Sunrise Red), empresta-lhe um aspecto trendy, mas é essencialmente devido ao Airscape que esta versão mais se destaca. Quem resiste a uma capota de lona vermelha, que, para mais, quando aberta, não faz grande barulho?

Nesta evolução, o C1 disponibiliza mais espaço para os ocupantes, graças a um inteligente aproveitamento do espaço para quatro ocupantes. O interior é jovem, como o provam os muitos pormenores coloridos nos bancos e plásticos (alguns de qualidade mais discutível) do tablier.

citroenc11

A bagageira tem agora uma capacidade de 196 litros e pode chegar aos 780 litros caso se rebatam os bancos traseiros. Um aumento de 40% da capacidade que se explica pelos 3 cm que o C1 ganhou em comprimento.

O C1 viu ainda serem-lhe revistas as suas ligações ao solo e ganhou novos amortecedores, suspensão, barra anti-rolamento e direção assistida elétrica. Tudo com reflexos no conforto em viagem. O motor 1.0 VTi de 68 cv às 6000 rpm é económico, não indo além dos 3,6 l/100 km em ciclo combinado.


Ficha Técnica

Motor: 3 cil. em linha, transv., diant.
Cilindrada (cc): 998
Potência máxima (cv/rpm): 68/6000
Binário máximo (Nm/rpm): 96/4800
Velocidade máxima (km/h): 155
0-100 km/h (s): 14,5
Consumo combinado (l/100 km): 3,6
Emissões de CO2 (g/km): 95
Preço: €13 677
IUC: €103,82