Dunlop assegura pódio na Classe LM GTE em Xangai

A penúltima prova do Campeonato do Mundo de Resistência da FIA (WEC), as 6 Horas de Xangai, foi palco da 10.ª vitória da Aston Martin/Dunlop, com o carro número 98 de LM GTE Am, que obteve a sua terceira vitória e o seu sétimo pódio da temporada. A parceria soma, até ao momento, um total de 10 vitórias, 21 pódios e 12 pole positions, incluindo a vitória nas 24 Horas de Le Mans de 2017.

A Dunlop conseguiu subir aos três lugares do pódio na Classe LM GTE Am, com o Vantage número 98 a terminar na frente dos Porsche da Gulf Racing e da Dempsey-Proton Racing. É a segunda vez que os míticos bonés amarelos são os únicos presentes no pódio, depois do 1-2-3 obtido na ronda mexicana no mês passado.

Esta foi uma corrida repleta de incidentes, particularmente na Classe LMP2, que viu o Vaillante Rebellion número 31 conseguir a terceira vitória da temporada da equipa e encabeçar, assim, a classificação do campeonato, quando falta apenas uma corrida para o final da época.

A luta pelo degrau mais alto do pódio foi protagonizada pelos anteriores líderes da tabela classificativa, a Jackie Chan DC Racing, mas o Oreca número 31 assumiu a dianteira na volta 154 de 183, caindo o seu rival para o quarto posto. Os dois são, agora, os favoritos para a conquista do título, com a equipa Signatech Alpine Matmut a ter ainda hipótese matemática de vencer o campeonato, tendo terminando em segundo lugar no Circuito de Xangai.

O outro Vaillante Rebellion número 13 completou o pódio de LMP2.