Três equipas Dunlop ganham títulos em 2015

A Greaves Motorsport obteve o título da European Le Mans Series 2015 após ganhar duas das cinco corridas e finalizar a corrida do Estoril em segundo lugar. Bjorn Wirdheim, Jon Lancaster e Gary Hirsch foram os responsáveis de levar a Gibson-Nissan a cruzar a meta depois de uma corrida complicada para todas as equipas, devido às chuvas fortes.

Protagonista durante todo o fim-de-semana, a chuva teve incidência na classificação onde os líderes da classificação, Jota Sport (Gibson-Nissan) dominaram os tempos.

Greaves perdeu provisoriamente a segunda posição devido a uma penalização e começou em décimo, mas rapidamente recuperou e alcançou o terceiro lugar após 20 minutos da quarta hora da corrida. A Jota liderou os primeiros 90 minutos que finalizaram com chuva intermitente e rotação de Simon Dolan.

Hirsch da equipa Greaves deteve inicialmente a liderança, mas foi ultrapassado por Victor Shaytar, piloto da AF Racing’s #21 BR-01-Nissan que, ao parar nas boxes, foi superado na volta 92 pelo Oreca 05 Nissan de Thiriet da TDS Racing.

46 voltas depois o automóvel francês, formado por Pierre Thiriet, Ludovic Badey e Nicolas Lapierre cruzou a meta e conquistou a sua segunda vitória do ano e o segundo lugar nas Series. A AF Racing finalizou a corrida na terceira posição, seguido pela Jota Sport que os colocou na terceira classificação geral.

A equipa BMW MarcVDS ganhou a categoria LMGTE com o BMW Z4 mas não foi suficiente para conseguir o título. A honra foi para Fórmula Racing, a única equipa da categoria a ganhar mais de uma corrida durante a temporada e finalizar em quinto lugar no Estoril com o Ferrari F458 Italia.

A BMW também conseguiu o título na categoria GTC com a TDS Racing Z4 GT3 e a equipa finalizou a corrida em segundo lugar atrás de #63 AF Corse Ferrari F458 Italia GT3.
 
Dos nove pódios que a Dunlop conseguiu no Estoril nas categorias LMP2, LMGTE e GTC estiveram representados sete fabricantes diferentes: Oreca, Gibson, BR01, BMW, Aston Martin, Porsche e Ferrari.